sábado, 19 de novembro de 2016

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

[acordei poema]


































 (1)





sensação forte . tomada de corpo inteiro . possessão . registro tatuado por dentro . imagem de pássaro nas mãos . tempo passarinho . meu tempo em tuas mãos . sou ave em curvas suaves . faz-me por tuas geografias . sensibilidade.pele . nem sonho ou realidade: poema . troco liberdade.gaiola por dedos abertos . nobres carícias . afago de vento . cuidado de alma . pensamento em voo livre . tens mapa traçado em linhas fundas . percorremos sinestesias de sonho e não são só devaneios . cada palavra trocada se faz mais em nosso dicionário íntimo . sou asa partida ao longe e sempre ao alcance de teus sentidos acesos . teus olhos chispam em balsâmicos colírios . lavam-me em correnteza egoísta . sou tua quando minha . sempre perto em qualquer distância . sei percorrer tuas palavras.caminho . doces armadilhas delicadamente preparadas . quando me convém, uso fios de Ariadne .


 

Andréa do N. Mascarenhas Silva



15/11/2013



 -------------
 (1) Fonte da imagem: http://fotos.sapo.pt/zildacardoso/fotos/?uid=LkTnG9ZhDC356DzNluoj

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

[ céu ]





































(1)





desce, céu, e se derrama aos nossos pés . sangue ainda tinge revoluções . caduca nosso ouro barroco: não há fronteiras nem éticas . absurdos monocromáticos tomam ruas . estão à venda abismos inventados . ódios são comprados à prestação - made in ...


desce, céu, e se espalha em nós . hecatombes cintilam nas vitrines: que nos olham, que nos compram . mercados de povos e gentes agora são virtuais . rios vermelhos correm sob guerras . vil metal atende por nome e sobrenome: estrangeiro . 

desce, céu, e apenas se nos dê possível . trocamos palavras por preces . tudo agora se liquefaz . cada ferida abriga uma luta . ser se faz sinônimo de luxo .


desce, céu . porque não é todo dicionário . porque as cores vão s' embora . porque roubaram Van Gogh e a Noite não pode ser mais Estrelada, entre azuis e amarelos . 


desce . céu e cinza, [h]a.penas .




Andréa do N. Mascarenhas Silva



03/11/2016



----------
(1) FONTE da imagem (gif): Van Gogh, Noite Estrelada 
https://68.media.tumblr.com/3f02bf174db056943123d7248bd685d1/tumblr_nxfxvb923a1qkp2xyo1_500.gif